Aprender a ser cliente

O momento de relacionamento entre uma empresa e um cliente é sempre pautado por necessidades e interesses de ambos os lados. Ou seja, se a empresa tem o interesse em vender um produto, o cliente tem, por sua vez, a vontade de satisfazer uma necessidade.

Por isso que defendo a tese, às vezes utópica, de que o relacionamento entre empresas e pessoas deveria ter um maior equilíbrio e transparência, sem que um lado tenha maior poder sobre o outro, seja, por exemplo, o poder gerado pelo tamanho ou capital (no caso da empresa) ou pelas leis de proteção (no caso das pessoas). Acredito que quando há integridade no relacionamento, um lado não irá querer levar vantagem sobre o outro e todos ganharão.