Sua empresa cria ou resolve problemas para seus clientes?

Muitas vezes, nas empresas, precisamos tocar em alguns assuntos delicados e que podem mexer com sentimentos ou crenças profundas sobre o modelo de negócio ou a forma de atuação dela.

Uma das provocações que gosto de fazer é esta que está no título deste artigo, e normalmente costumo ouvir logo de cara um “RESOLVE!”, e se fico em silêncio por alguns segundos, a resposta logo é complementada com um “SEMPRE QUE POSSÍVEL” ou algo do gênero.

Nesta hora eu pergunto: “E quantos destes problemas que a empresa resolve foi ela mesma quem criou?”, e normalmente segue-se um profundo silêncio de alguns segundos como resposta…