CRM não é feito só de dados

Sempre segui a premissa de que quanto maior a organização dos dados e o conhecimento sobre os clientes, melhor o relacionamento das empresas com os seus clientes. E as experiências em projetos até então tinham me mostrado que esta lógica ainda funcionava, principalmente para o planejamento e execuções de ações de comunicação e CRM, já que muitas empresas sequer tinham os dados corretos para mandar um simples e-mail, por exemplo.

Mas, confesso que tenho repensado um pouco isso e tenho algumas dúvidas se esta lógica ainda fará sentido para a maioria das empresas num futuro não muito distante, para não dizer já no presente…