Nova lei de proteção de dados pessoais X Cultura brasileira

Agora que a lei de proteção de dados pessoais foi sancionada pelo presidente Temer, começou a contar o prazo de 18 meses para o mercado se adaptar às condições que esta lei exige, mas a partir de algumas conversas, percebo que ela ainda gera muitas dúvidas em alguns profissionais, principalmente da área de marketing.

A maioria ainda não conhece em profundidade os detalhes desta lei e alguns sabem que ela pode impactar profundamente seus negócios, mas ainda me espanta o fato de que alguns acreditam que, no fundo, esta lei não vai “pegar”, já que muitas leis feitas no País são simplesmente ignoradas, e preferem apostar suas fichas nisso ou esperar pra ver o que vai acontecer antes de começar a mudar algo nas suas empresas. Sinceramente, não recomendo esta atitude a ninguém por dois motivos bem simples.