Empatia como estratégia de relacionamento

Uma das definições que encontrei sobre Empatia foi: a capacidade psicológica para sentir o que sentiria outra pessoa, caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. 

Pensando nisso, pergunto: empatia e marketing combinam? Talvez algumas pessoas acreditem que sim e eu também acredito nisso, só que na prática, quase nenhuma estratégia de marketing é verdadeiramente empática, porque o objetivo principal acaba sempre sendo o de convencer uma pessoa a comprar algo de qualquer jeito. Ou seja, o desejo da empresa vai prevalecer ao desejo da pessoa no momento e na forma da comunicação. Infelizmente muitas empresas se aprofundam pouco sobre o mar de informações que possuem sobre seus clientes, ou se o fazem, acabam tendo o direcionamento errado que é o de como descobrir como vender mais e mais rápido ao invés de como descobrir como vender melhor, mesmo que mais devagar.